Resenha | Americanah

Por: Tiara Gonçalves

A palestra de Chimamanda Ngozi Adichie no TEDGlobal de 2009 trouxe o alerta sobre o perigo de contar “uma história única”. A autora nigeriana chama a atenção para como estamos acostumados a ouvir e perpetuar as mesmas histórias e a tomar isso como verdade absoluta sobre qualquer assunto, mas, principalmente, sobre um país ou um povo.

E é justamente o oposto disso que a autora faz no livro Americanah, seu romance lançado em 2013 e absolutamente atual. O livro acompanha a vida de Ifemelu, imigrante Nigeriana nos Estados Unidos, que mostra um outro lado do que é ser mulher, negra, africana e imigrante. Um lado muito mais real do que vemos habitualmente em romances ou filmes. Continuar lendo “Resenha | Americanah”

Resenha | As provações de Apolo – O Oráculo Oculto

Por: Diego Vieira

E lá vem mais mitologia. Assim que soube que o autor Rick Riordan iria lançar mais uma saga sobre mitologia grega fiquei curioso sobre qual seria o resultado da nova empreitada. A trama é uma continuação direta de “Percy Jackson e os Olimpianos” (Intrínseca, 2005) e “Os Heróis do Olimpo” (Intrínseca, 2010) e se passa seis meses após este último, tendo como foco principal Apolo. O Deus sol foi punido por seu pai, Zeus, e transformado em um mortal comum (com espinhas e gordurinhas na barriga). O jovem tenta, de todas as formas, descobrir uma maneira de reverter a punição e fazer as pazes com seu pai, recuperando sua posição e poderes de volta. Continuar lendo “Resenha | As provações de Apolo – O Oráculo Oculto”

Resenha | Como narrar uma história

Por: Camila Servello Aguirre

Da série Livros para Escritores

Recentemente resenhei o primeiro livro da Série Guias do Escritor – “Os segredos da Criatividade”, também da escritora Silvia Adela Kohan. Resolvi seguir com a minha leitura e resenha, partindo para aquele que julgo ser o próximo livro da série. Como não há definição de qual volume segue a continuação do outro e, claro, não há uma sequência obrigatória de leitura, acredito que o livro “Como Narrar uma História” seria o próximo da lista. Então, trago hoje, sua resenha. Ainda que não haja este mapa de qual caminho sua leitura deve seguir, fica evidente que o primeiro livro te prepara para este. Se você já sabe como funciona a criatividade, então, está na hora de começar a escrever. Continuar lendo “Resenha | Como narrar uma história”

Resenha | Harry Potter e a Criança Amaldiçoada

Por: Adele Lazarin

[ALERTA DE SPOILERS]

“Harry Potter e a Criança Amaldiçoada” foi lançado mundialmente no dia 31 de julho deste ano, data que também celebrou o aniversário do protagonista Harry Potter e de sua criadora, J. K. Rowling. O livro traz a história de Harry, Rony e Hermione anos após a Batalha de Hogwarts, quando Voldemort fora finalmente derrotado. Mas, desta vez, eles não são os protagonistas, ao menos no começo. Nesta nova obra, acompanhamos as aventuras (e desventuras) vividas por uma nova geração de personagens.

A trama gira em torno de Albus Potter, filho de Harry e Gina, e sua relação complicada com o pai. Ao ser o único da família a ser escolhido para entrar na Casa Sonserina em seu primeiro ano em Hogwarts, Albus se sente deslocado e incapaz de viver à sombra da glória conquistada por Harry. Ao longo dos anos, o garoto se torna cada vez mais amargurado por não corresponder às expectativas depositadas nele e se afasta de todos que se importam com ele, menos de seu melhor amigo, Scorpius Malfoy, filho de Draco Malfoy e também membro da Sonserina. Continuar lendo “Resenha | Harry Potter e a Criança Amaldiçoada”

Resenha | Armada

Por: Michel Costa

Uma viagem pela cultura pop. Esta talvez seja a melhor definição para o estilo do escritor Ernest Cline. Fanático por ficção científica e games, Cline, assim como o diretor Quentin Tarantino, trabalhou em sua juventude como atendente em uma locadora de vídeos e teve acesso a uma infinidade de filmes que ajudou a moldar sua base autoral. Em boa parte, o que vemos nas 432 páginas de Armada (Leya, 2015) é uma compilação de filmes, séries, jogos e músicas que fizeram sucesso dos anos 1960 até os dias atuais.

Em termos narrativos, o autor repete em Armada o ponto de vista adotado em Jogador Nº 1, seu primeiro best-seller. A história é narrada em primeira pessoa e o leitor é levado a mergulhar no interior do protagonista, conhecendo seus sonhos e temores. Contudo, ao contrário de Jogador Nº 1 onde o personagem principal oferece o desfecho da aventura no prólogo e passa a contar como tudo aconteceu, em Armada os acontecimentos seguem uma linha do tempo mais tradicional. Continuar lendo “Resenha | Armada”

Resenha | Os Segredos da Criatividade

Por: Camila Servello Aguirre

Da série Livros para Escritores

Um livro bem simples, com poucas páginas e cara de manual. É assim que se apresenta “Os Segredos da Criatividade” da Silvia Adela Kohan. E, honestamente, não me decepcionei. É claro que eu estava esperando uma fórmula mágica para me tornar uma escritora mais criativa e, principalmente, proficiente. Embora eu não tenha encontrado o pote no final do arco-íris, não irei desmerecer esta leitura. Muito pelo contrário. Este livro tem que fazer parte da biblioteca técnica de qualquer escritor. Continuar lendo “Resenha | Os Segredos da Criatividade”

Resenha | A Música do Silêncio

Por: André Diniz

O livro “A música do silêncio” (144 páginas), de Patrick Rothfuss, é um spin-off da popular e bem avaliada trilogia “As crônicas do matador de reis”; a qual também guardo como uma das minhas melhores leituras de anos anteriores. Porém, o apego em como a narrativa funciona nos livros anteriores, “O nome do vento” e “O temor do sábio”, pode acabar fazendo a leitura desse livro não ser tão agradável para quem o iniciar aguardando algo semelhante aos anteriores. O próprio autor começa dizendo que esse não é um livro normal e que entende se não gostar da história; isso se refletiu em toda a crítica, que ficou bem dividia. Quem gostou, gostou muito e quem não gostou, quer simplesmente queimar e pisotear as cinzas desse livro e fazer ele perder o próprio nome. Continuar lendo “Resenha | A Música do Silêncio”