Resenha | O Maior Show do Mundo

Foto 1

Uma casa. Trinta e seis câmeras. Doze participantes. Um lugar onde não há limites. Acho que você já ouviu isso em algum lugar. O que pode parecer um clichê à primeira vista, é na verdade só o pano de fundo da nova casa mais vigiada do Brasil.

A trama de O Maior Show do Mundo eleva a tensão do reality a um outro nível, assim que um dos participantes aparece morto em circunstâncias misteriosas. Em pouco tempo, outros participantes morrem, para pânico dos confinados e desespero da produção e da polícia. Começa aí a corrida, que dessa vez envolve não só o prêmio em dinheiro, mas permanecer vivo até o fim do jogo.

Continuar lendo “Resenha | O Maior Show do Mundo”

Conto | O Homem no Retrato

Trovejou. João olhou para o céu e arregalou os olhos enquanto um calafrio percorria todo o corpo. Outro trovão e gotas geladas de chuva começaram a cair, molhando o cabelo, as roupas e a mochila do jovem viajante. O céu esbravejou novamente e desta vez João começou a tremer, não só de frio, mas também de medo. Odiava trovões.

A chuva se intensificou. Encharcado, João olhou ao redor procurando descobrir onde estava, mas era impossível encontrar algum sinal da trilha na escuridão que o envolvia. Mais um trovão se fez ouvir no céu nebuloso e um novo arrepio percorreu sua espinha, lágrimas permearam seus olhos e o desânimo caiu sobre seu corpo como um estrondo. João realmente odiava aquele barulho. Continuar lendo “Conto | O Homem no Retrato”

Conto | A Escolha

O irritante barulho do despertador ecoou pelo quarto até João conseguir acertar o botão de soneca. Aproveitou que sua esposa já tinha saído para o trabalho e se espalhou na cama. A briga com o despertador se repetiu por mais quatro vezes, até João se dar por vencido e decidir levantar. Apesar da preguiça instalada em seu corpo, ele descansou de uma maneira que não conseguira nos últimos meses. A sensação de deixar toda a confusão dos últimos meses para trás era de ter tido um peso removido de seus ombros. Caminhou até o banheiro e deixou a água quente do chuveiro cobrir o seu corpo. Continuar lendo “Conto | A Escolha”

Conto | Contrato

Moscas zunem, em seus voos acrobáticos, próximo do rosto de Oliver, atrapalhando seu breve momento de êxtase. A faca, que antes achava tão pesada, estava firme em sua mão e ansiosa para sentir mais carne cedendo ao seu fio. Ele ainda não havia entendido como obtivera aquela arma, que instantes atrás não passava de um smartfone; por instinto ele compreendia que tudo à sua frente agora poderia ser moldado ao seu bel prazer. Um carro passa pela rua principal e preenche o beco com a luz amarelada do farol e o som metálico de seu motor. O rapaz está pálido, mas junto à palidez sangue escorre pelo rosto. Continuar lendo “Conto | Contrato”