Resenha | Como Encontrar Seu Estilo de Escrever3 min de leitura

Da série Livros para Escritores

Todo escritor quer ser lido. No entanto, mais do que levar a nossa obra até os leitores, também queremos ser reconhecidos pelo que colocamos no papel. Encontrar a nossa voz é quase a procura pelo Graal e o motivo para buscar nossa evolução. Ao rascunhar as primeiras palavras e ideias, ainda naqueles rabiscos iniciais, quando começamos a brincar de escrever, é natural que imitemos nossos autores preferidos. Com o tempo, vamos percebendo a necessidade de deixar o texto com um toque pessoal, como uma assinatura. Foi com o intuito de melhorar minha escrita e encontrar a minha voz que me engajei na leitura do livro do Francisco CastroComo encontrar seu Estilo de escrever.

Fazendo parte da já conhecida série Guia do Escritor, da Editora Gutenberg – confira as resenhas de Os Segredos da Criatividade, Como Narrar uma História, Como Escrever Diálogos, Como Funciona a Ficção –, é de se esperar que o livro siga todos os preceitos conhecidos. Trata-se, à semelhança de seus anteriores, de uma leitura fácil e rápida, com linguagem didática e de fácil assimilação.

No entanto, não terminei o livro tão entusiasmada quanto os anteriores.

Abrindo um rápido parêntese, creio que tenho minha parcela de culpa ao superestimar este livro. Tenho buscado freneticamente por uma maneira de melhorar a minha voz e minha escrita após ter submetido um capítulo do novo livro que estou escrevendo a um escritor profissional. Aos olhos dele, o texto não possuía muita personalidade. Era como se eu apenas narrasse um acontecimento, sem despertar o entusiasmo do leitor. Nada mais natural do que querer melhorar minha forma e escrever. Logo, estava com grandes expectativas para esta leitura. Iniciei o primeiro parágrafo esperando por uma fórmula milagrosa e não a encontrei.

Minha frustração, no entanto, não desabona o conteúdo do livro. Nas primeiras páginas o próprio escritor deixa evidente a necessidade de termos nossa voz ao longo da escrita. Francisco é categórico e bem convincente. Se você ainda não se preocupa com esse detalhe, passará a se preocupar.

Mesmo sem o caminho das pedras todo elucidado, como eu esperava, é possível encontrar dicas valiosas que contribuirão para o nosso processo de escrita. Deve haver persistência em deixar o texto claro. Revisão nunca é demais. É preciso achar o equilíbrio entre o mostrar e o falar, são os toques primordiais abordados neste volume.

Como encontrar seu Estilo de Escrever vale a leitura sim; porém, não espere demais e tenha cuidado com as suas expectativas. Não leia esperando por fórmulas. Encontrar o nosso estilo de escrita depende de nós mesmos, da bagagem que carregamos e até mesmo do que a história pede. Ainda recomendo que leia o livro, pronto a receber boas dicas, mas saiba que o seu aproveitamento delas dependerá da forma como as usa, da sua prática e treino incessante a cada revisão.

Camila Servello Aguirre

Nasceu no interior de São Paulo e atualmente mora na capital, onde vive dividida entre suas duas maiores vocações: a veterinária e a literária. Embora fique maluca de pedra tentando se desdobrar entre ambas, não trocaria a caneta, muito menos a maloqueira Picanha, sua goldenlícia. Teve seu primeiro livro, “Os Cinco Demônios”, publicado em 2015 e já tem novos projetos em andamento. Atormentada por ideias, se diverte torturando o leitor com histórias cheias de reviravoltas.

Últimos posts por Camila Servello Aguirre (exibir todos)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário. É importante para nós! ;)