Conto | 12 Microcontos de Terror

No mês de outubro (também conhecido como o mês do Halloween), resolvemos fazer uma pequena brincadeira entre nós. Cada um deveria escrever alguns microcontos de terror para que fossem postados na página do Conte Histórias no Facebook. Assim, a cada novo dia do mês, um novo microconto bem assustador era revelado aos nossos leitores. Foi um desafio interessante, pois é bem difícil contar uma boa história com tão poucas palavras.

Outubro já acabou, mas isso não quer dizer que os contos tenham ficado menos assustadores. Caso você tenha perdido o mês de terror do Conte Histórias ou esteja buscando relembrar alguma história que o tenha deixado sem dormir por alguns dias, reunimos aqui no blog 12 microcontos apavorantes, cada um escrito por um diferente autor do grupo.

Mas tenha coragem, querido leitor, pois são histórias que o deixarão de cabelo em pé!

Mancha de sangue na parede.

13 Microcontos de Terror

“Sempre que alguém da minha família morre, penduramos seu retrato em cima da lareira. Hoje, quando cheguei em casa, me deparei com o meu.”

Por: Adele Lazarin

“Ele passou um bom tempo acreditando que em sua casa havia monstros. Quando se olhou no espelho, viu somente o monstro.”

Por: André Diniz

“Vende-se casinha de cachorro, ideal para Rottweiler. Doa-se roupinhas de bebê, poucas semanas de uso.”

Por: Camila Servello Aguirre

“Depois do banho, ela viu que alguém a observava na janela do banheiro. Lembrou que morava no décimo andar.”

Por: Cesar Gaglioni

“Era tarde da noite. Olhou em volta apreensivo para ver se havia alguém mais no beco. Aliviado, se escondeu, tirou a faca do bolso e esperou pela primeira vítima da noite.”

Por: Diego Vieira

“A água turva distorce o sol pálido, e você está quase alcançando a superfície, em desespero, fugindo. E a coisa agarra seu tornozelo.”

Por: Dyego Alekssander Maas

“Comprei um porco. Não como carne, mas eles comem. Agora não há evidências.”

Por: Leonardo Santhos

“Gosto tanto de nadar no mar que nunca me importei com o aviso de cuidado com os tubarões. Até dar minha primeira braçada e não ver o meu braço.”

Por: Michel Costa

“Meninos, não mexam na comida antes de orarmos. Deem as mãos e agradeçam pelo alimento. Podem retirar a mordaça dele: a súplica realça o sabor.”

Por: Rodrigo Chama

“A porta se abre com um rangido. Não ouso me virar. Ouço passos, quero correr, mas não o faço. Dedos frios envolvem meu pescoço. Sorrio. Ela voltou para mim.”

Por: Tiara Golçalves

“Pensava que a morte fosse a pior coisa do mundo, até chegar do outro lado.”

Por: Vitória Castro

“Jéssica colocou um rock alto para fugir da família. Pena que ela não os ouviu gritar enquanto eram retalhados por um louco.”

Por: Yuri Szirovicza

Anúncios

5 comentários em “Conto | 12 Microcontos de Terror

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s