Resenha | Os Segredos da Criatividade2 min de leitura

Da série Livros para Escritores

Um livro bem simples, com poucas páginas e cara de manual. É assim que se apresenta “Os Segredos da Criatividade” da Silvia Adela Kohan. E, honestamente, não me decepcionei. É claro que eu estava esperando uma fórmula mágica para me tornar uma escritora mais criativa e, principalmente, proficiente. Embora eu não tenha encontrado o pote no final do arco-íris, não irei desmerecer esta leitura. Muito pelo contrário. Este livro tem que fazer parte da biblioteca técnica de qualquer escritor.

Eu costumava acreditar que a criatividade é um dom com o qual a pessoa nasce e, mesmo sendo escritora, nunca me considerei uma pessoa das mais criativas. Grande parte dos textos que escrevi surgiram naqueles raros momentos de “BOOM” criativo em que há aquela necessidade absurda de escrever. Creio que todo mundo gosta de chamar isso de inspiração. Então, querendo viver deste ofício, não poderia depender só da inspiração para escrever. E ninguém nesse meio deveria.

Então, em minha busca por uma fórmula mágica, descobri esse livro.

E se você, assim como eu, busca por uma forma milagrosa, não procure. O fato real é que não existe! Vou dizer por quê.

A primeira coisa que aprendi com essa leitura é que a criatividade não é um dom. Ela pode ser adquirida, aprendida e treinada. Todo mundo tem potencial criativo. Ser criativo é ser observador. Ao longo das páginas, a autora nos mostra que tudo é fonte de criatividade e que uma paisagem, uma música e até mesmo um simples objeto pode se tornar uma ideia para um conto ou romance.

Capítulo a capítulo, são mostradas as bases da criatividade e como exercitá-la de diferentes formas. São lições valiosas que se somam e sem dúvida alguma, nos deixam mais aptos a escrever. O mais legal é que cada lição é um passo à frente, levando ao capítulo que mais interessa aos escritores: o do Bloqueio Criativo. Esse, sem dúvida, é o maior fantasma que assombra a nossa escrita e, com certeza, contei as páginas até chegar neste assunto. Sim! Descobri porque o bloqueio ocorre e como evitá-lo. Esta sim é uma informação considerada o Graal daqueles que dependem da criatividade.

Infelizmente, não estou aqui para contar esse segredo a vocês. Afinal, uma resenha não pode se tornar uma aula sobre como fugir do bloqueio criativo e nem transmitir os segredos da criatividade.

O que posso dizer é que vale a pena gastar alguns reais e adquirir o livro. Você, assim como eu, irá se maravilhar com a escrita fluida da autora e mais ainda com suas dicas preciosas. Depois de ler Os Segredos da Criatividade, você não vai passar um dia sem sentar em frente ao computador e colocar as mãos à obra.

Camila Servello Aguirre

Nasceu no interior de São Paulo e atualmente mora na capital, onde vive dividida entre suas duas maiores vocações: a veterinária e a literária. Embora fique maluca de pedra tentando se desdobrar entre ambas, não trocaria a caneta, muito menos a maloqueira Picanha, sua goldenlícia. Teve seu primeiro livro, “Os Cinco Demônios”, publicado em 2015 e já tem novos projetos em andamento. Atormentada por ideias, se diverte torturando o leitor com histórias cheias de reviravoltas.

Últimos posts por Camila Servello Aguirre (exibir todos)

Comentários

comentários

5 comentários em “Resenha | Os Segredos da Criatividade

  1. Olá, Camila.

    Gostei da resenha e me interessei pelo livro. No entanto, faltou deixar claro que não se trata de livro de autoajuda, pois, em alguns pontos, ficou parecendo.

    Até mais!

  2. Olá Gabriel!

    Não creio que o livro se enquadre como auto-ajuda. Eu diria que é mais um livro de dicas e até exercícios. Vale a pena ler e conhecer algumas das técnicas que a escritora nos apresenta.
    Se a resenha te passou esta impressão, vou tentar melhorar as próximas para que não haja confusão. Em breve, resenharei mais títulos da autora.
    Espero que aprecie a leitura e conte pra nós o que achou!

    Abraço

    1. Obrigado pela resposta, Camila. Vou providenciar o livro, uma vez que o tema me chamou a atenção. Depois de lido, eu posto aqui a minha impressão.

      Até!

Deixe uma resposta